É de grandes varejistas dos Estados Unidos, que vem o conselho para empresários do resto do globo: é preciso voltar a ter atenção com o cliente.