O varejo de moda teve de aumentar os descontos e sacrificar as margens operacionais p/ conseguir reduzir seus estoques no 1o tri, na comparação c/ 2015.