Será que vale a pena, para o varejo, entrar na onda do novo game da Nintendo que populariza a realidade aumentada e virou febre em todo o mundo?