Com a Confiança do Consumidor em alta, mais puxada pela melhora das expectativas do que pela percepção sobre a situação atual, o que esperar do varejo?