Ao redor do mundo, as multinacionais e as empresas locais estão competindo em uma batalha pelos corações e pelos carrinhos dos consumidores.