Entre tantos novos conceitos do varejo moderno, um dos que mais me chama a atenção é a Community Store, ou “loja da comunidade”, em tradução livre.