Esta é a surpreendente afirmação de um novo estudo do Simon Property Group, o maior proprietário de shoppings dos Estados Unidos.