Com os piores resultados desde 2003 e a perspectiva de faturar menos no Natal, redes varejistas e shoppings fazem promoções para atrair consumidores.