Isso se deve à insegurança dos consumidores em comprar imóveis novos e à necessidade de produtos que ajudam a economizar água e energia.